criadores

Sistema de rastreabilidade de carnes é lançado pela CNA durante evento na OIE

Data: terça, 22 de maio de 2018 - Hora: 11:15

Devem ser disponibilizados painéis de controle também aos compradores
Idealizada para realizar a gestão de protocolos de rastreabilidade de adesão voluntária da cadeia produtiva da carne bovina, a ferramenta desenvolvida pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA, Brasília/DF) será lançada durante a 86ª Sessão Geral da Assembleia Mundial da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, Paris/França).

Intitulado como Agricultural Traceability System CNA Brasil (Agri Trace), o sistema utilizará dados oficiais de cadastro de propriedades rurais e controle de trânsito de animais, permitindo a elaboração de protocolos privados, para atendimento de requisitos específicos de mercados importadores.

A ação é um complemento às garantias sanitárias oferecidas pelo Governo Federal. Os interessados em fornecer carnes condições estabelecidas nos protocolos privados devem se comprometer a atender os requisitos e seguir as regras estabelecidas. Por meio do sistema, a CNA fará o controle do cumprimento destas normas.

O Agri Trace também visa trazer transparência para os compradores por meio de painéis de monitoramento e controle que vão mostrar a quantidade de produtores e frigoríficos.

O Coordenador dos Protocolos de Rastreabilidade de Adesão Voluntária do Instituto CNA, Paulo Costa, explica que se um mercado comprador, onde o Brasil já possui Certificado Sanitário Internacional (CSI), fizer algum tipo de exigência específica em relação à qualidade da carne, ele vai apresentar os requisitos à CNA.

“Assim que o país que nos mandar as exigências, nós incluímos no sistema e colocamos à disposição dos produtores e dos frigoríficos. Aqueles que se interessarem, podem se comprometer a atender as demandas”, diz o coordenador dos Protocolos de Rastreabilidade de Adesão Voluntária do Instituto CNA, Paulo Costa, sobre a possibilidade de aderir também as demandas especificas de importadores.

Durante o evento também será entregue ao Brasil a certificação de País livre de aftosa com vacinação. O presidente da CNA, João Martins, afirma que o reconhecimento é uma vitória do setor e que em pouco tempo o Brasil também será declarado livre da doença sem o uso da vacina.

Fonte: CNA, adaptado pela equipe feed&food.



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!