Notícias

Inmet divulga prognóstico climático para o inverno de 2018

Data: quinta, 21 de junho de 2018 - Hora: 15:45

O Inverno no Hemisfério Sul inicia-se no dia 21 de junho de 2018 às 07h07 e termina no dia 22 de setembro às 22h53 (horário de Brasília). Climatologicamente, a estação é marcada pelo período menos chuvoso das regiões Sudeste, Centro-Oeste e grande parte da região Norte do Brasil, enquanto que as maiores quantidades de precipitação se concentram sobre o noroeste da Amazônia, Estado de Roraima e extremo sul do Brasil.

Caracteriza-se também, pelas incursões de massas de ar frio, oriundas do sul do continente, que provocam o declínio acentuado das temperaturas do ar. Esta diminuição de temperatura, pode ocasionar: i) formação de geadas, nas regiões Sul, Sudeste e no Estado do Mato Grosso do Sul; ii) queda de neve nas áreas serranas e planaltos da região Sul; iii) episódios de friagem nos Estados de Rondônia, Acre e no sul do Amazonas.

Em função das inversões térmicas no período da manhã durante o inverno, observam-se formações de nevoeiros e/ou névoa úmida nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com redução de visibilidade, impactando especialmente em estradas e aeroportos.

Com a redução das chuvas em grande parte do país nesta época do ano, tem-se a diminuição da umidade relativa do ar, que consequentemente favorece o aumento da incidência de queimadas e incêndios florestais, bem como aumento de doenças respiratórias.

Previsão Climática para o Inverno
Desde a primavera de 2017, a temperatura das águas do Oceano Pacífico
Equatorial manteve-se abaixo da média, caracterizando o fenômeno La Niña. Porém, apartir da segunda quinzena de abril de 2018, as anomalias atmosféricas típicas de La Niña enfraqueceram consideravelmente e as condições de neutralidade estabeleceramse durante o mês de maio deste ano em todo o Pacífico Tropical.

Os modelos de previsãoclimática (Figura 1), gerados pelos principais centros internacionais de Meteorologia,indicam que este padrão de neutralidade deve manter-se durante este inverno/2018 e permanecerá até meados do final da primavera/2018. Existe também, indicativo de um possível fenômeno El Niño ocorrer no final da primavera e início do verão 2018/2019,porém é necessário aguardar as próximas previsões para confirmação deste.

Outros fatores, como a temperatura na superfície do oceano Atlântico Tropical e na área oceânica próxima à costa do Uruguai e da Região Sul, poderão influenciar o regime de chuvas no Brasil, dependendo das suas características climáticas durante esta estação.



Região Sul
Durante os meses de março e abril, as chuvas foram abaixo da normal
climatológica em grande parte da Região Sul em consequência da atuação do fenômeno
La Niña, que provoca a passagem rápida de frentes frias, desfavorecendo a ocorrência
de chuvas mais intensas, principalmente sobre a parte oeste da região. Durante a
segunda quinzena de maio e início de junho, deu-se o início da temporada de
temperaturas abaixo de zero grau, com episódios de geadas variando de moderada a
forte. O prognóstico indica chuvas abaixo da média em grande parte da Região Sul,
exceto no extremo sul do Rio Grande do Sul, onde a tendência é de ocorrer precipitação
ligeiramente acima do padrão. A maior frequência das frentes frias contribuirá para
maiores variações nas temperaturas ao longo deste trimestre, porém as temperaturas
médias devem permanecer de normal a acima da normal climatológica no Paraná, oeste
de Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul. Nas demais áreas, o inverno será dentro
da normalidade com temperaturas mínimas podendo atingir valores abaixo de 0ºC em
áreas serranas e planalto, principalmente no mês de julho.

Fonte: INMET | adaptado por Cosas del Campo



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.

Já viu os animais que vendemos? Veja Aqui!