11111111111111Criadero "Los Maquis" II

colunas

Criadero "Los Maquis" II
por Arturo Montory Gajardo

Data: domingo, 17 de junho de 2018 - Hora: 16:11

Amaya No. 1523, deu Siega em Segador, mãe de Digna em Cuequero, que deu Vichicuma em Calabres, excelente mãe de 9 filhos em Los Maquis entre eles Paleta em Candidato excelente vaqueiro, da collera Punga e Paleta, Roteque extra de vacas, o Roteque e Cubano, e de Siega nascida em 1954 filha de Regador e mãe de Siesta em Segador II, mãe dos criatórios Pichidegua El Aromo e San Ignacio (Campero, mecanoterapia, Martirio). A mãe de Amaya também cultivado Arriero Laguna Negra é mãe cavalo Don Pay Tajo pai paternal avô de Santa Sana Santa Ana de Talia que ganhou Melhor Chefe Valdivia Exposição Nacional em 2013. Seu filho é o pai de Tertulia Arriero mãe calcanhar chute no bom campo II pai Nonita, recente vencedor da Exposição Linares em fevereiro de 2013.

Outra filha de Siega é Moraina nascida em 1944 por Calabrés, muito boa de vacas e mãe de Chamico, cavalo extra de vacas; e de Vingança em Retruque mãe de Moraina em Salteador, nascida em 1967, mãe de Venganza em Morocho, égua extraordinária reprodutora, de Los Maquis e Santa Isabel. Venganza cruzada com Insolente (Ñipan), deu Cucha Cucha II em Los Maquis, a que com Esperando (Estribillo) deu La Chispita Insulto, reprodutor nascido em 1999.

Africana Nº 549, principalina es madre de Yesquero en Segador, y de No Me Olvides en Segador que dio a Renuncia nacida en 1926, por Chamal, y madre de Casadera en Guaina, madre Albahaca y Tongolele, madre de Los Maquis.

Segador dio a Yesquero y Toronjil Nº 1832 nacido en 1917 y que lo reprodujo con gran éxito el criadero Sierra II de Alejo Rubio.

Africano dio a Panizo padre de Pitancero que dio a Calabrés padre de Albardón gran reproductor de Jorge Stolzembach de Osorno.

Un paso importante en 1951 fue el ingreso desde el criadero Curiche de Regador hijo de Alcatraz, negro extraordinario vaquero y mejor reproductor, llego en la época que Los Maquis se trasladaba a La Esperanza en Talca.

Regador dio en Los Maquis a Esponja, Batelero, Risueño, Negra Linda, Tentadora, Araucana, Francachela, Siega, Caudillo, Chamico, Corontilla, Quintrala, Vendimia.

Africana número 549, principalina é mãe de Yesquero em Segador, e de No me Olvides em Segador que deu a Renuncia nascida em 1926, por Chamal, e mãe de Casadera em Guaina, mãe Albahaca e Tongolele, mãe de Los Maquis.

Segador deu a Yesquero e Toronjil Número 1832 em 1917 e que padreou com grande éxito no criatório Sierra II de Alejo Rubio.

Africano deu a Panizo pai de Pitancero que deu a Calabrés pai de Albadrón grande reprodutor de Jorge Stolzembach de Osorno.

Um passo importante em 1951 foi o ingresso desde o criatório Curiche de Regador filho de Alcatraz, preto extraordinário vaqueiro e melhor reprodutor, chegou na época que Los Maquis se trasladavam a La Esperanza em Talca.

Regador deu em Los Maquis a Esponja, Batelero, Risueño, Negra Linda, Tentadora, Araucana, Francachela, Siega, Caudillo, Chamico, Corontilla, Quintrala, Vendimia.

Remolacha criada pelo criatório Teatino de Juan Guillermo Gómez Morales, "arrumador" de Los Maquis é filha de Regador em Navita por Segadora, foi uma égua picaça extra de vacas, fazia collera com Negra Linda, ambas as corría Pablo Quera Morales.

Batelero Nº 22213, nascido em 1952, de regador y Ardentía, foi um potro picaço extraordinario vaqueiro e melhor reprodutor. Foi 7º em 1961-8º em 1963-6º em 1964 do ranking nacional de potros. Deixou a Quilina, Canario, Cacique cavalo extra de vacas, Morocho, Opaco e Cubana.

Morocho Nº 43789, nascido em 1964, filho de Batelero e Segadora, preto, muito bom de vacas e reconhecido reproductor.

Deu a Venganza, Chamico em Los Maquis, e em criaderos Peumo Chico, La Amanecida e outros, um total de 200 crías.

Seu filho Chamico é pai de Currilinque em mãe Pellonera también por Morocho, inbreding, que deu a Guaracha mãe de Graciosa em Esperanzado, nascida em 2005.

Influi muito em a crianza de Los Maquis o reproductor Chamal Nº 2608, de origen catemino filho de Huaco. Atuaron seus descendentes Aleteo e Retruque.

Aleteo filho de Gañancito (Chamal), e de Montura por Manantial (Cristal I) em mãe por Choroy II. Foi comprado pelo criatorio em 1945, é preto, de excelente delantera, bom lomo e muito forte de pernas, de 1.37 mt. de alzada, grande cavalo de cela, e muito dócil. Deu em Los Maquis a Pachotada, Negra Mala, Pataleo, Odalisca, Roteque, Tongolele, Parcelero, Intención, Segadora, Cubano, Alcancía, Frescura, Rabietita.

Cágüil II Nº 8013, nascido em 1939, foi levado a padrear a Los Maquis e deu a Segador II, Corcolén, Araucano, Correhuela.

Otro filho de Chamal reproducido em Los Maquis foi Retruque, que serviu desde 1949, até 1954, foi obsequiado por los Hnos. Correa Montt. Tordilho muito bom de vacas e de montura, liviano e de gran vigor. Deixou a Fantasía, Venganza, Coilera, Noche Buena, Albahaca, Candidato, Chamiza, Gallardía, Tumbaga, Pancurria que obtuvo Reservado Champion en Quinta Normal.

Candidato Nº 22216, nascido em 1952, filho de Retruque em Dihueña por Calabrés e Quireña por Cuequero, foi um potro mulato, de morfología e temperamento excepcionais, bom corralero, e excelente garanhão. Foi em 7º em 1962 do ranking de potros.

Fantoche, Avispada.

Salteador Nº 8452, nascido em 1939, filho de Flotador e Sanguinaria, chegou muito velho a Los Maquis em 1965, e deixou a Moraina, Quireña, Mingaco, Temporal, Cuatrereo, Mal Rato, Felpa, Curandera quando já o potro tinha mais de 30 anos. Millonario Nº 20156 nascido em 1950, filho de Mirquen e Que Tal neta de Segador, serviu alguns anos em Los Maquis, onde deu a Gallardía, Moneda boas vaqueras.

Estribazo Nº 47194, nascido em 1966, filho de Estribo em Coilera por Retruque, foi um potro de impresionante presença e foi Campeão Expo en FISA.

"Arregladores" y jinetes.

Em seus inicios o criatorio busca cavalos de grande morfología, e asistía religiosamente ano a ano na famosísima exposição que se efetuaba em la Quinta Normal de Santiago, e onde asistíam os melhores exemplares do país, e también alí se acorda o interesse por participar mais ativamente nos rodeios.

Para isso contratam a Luis Fabres, que de Santiago o traslada a La Esperanza para "arreglar e trabalhar" cavalos para o Movimiento a la Rienda e o Rodeo começa uma nova etapa.

Anos depois chega otro "arreglador" Juan "Piruja" Cofrè, ambos bons para os cavalos mas não tão excelsos como jinetes na competencia.

Juan Guillermo Gómez Morales, foi otro gran arreglador e jinete de Los Maquis, gran sacador de cavalos.

Finalmente o criatório se afianza com a chegada do grande "arreglador e jinete" Javier López "Don Javi", famoso e respeitado em todas as épocas.

Junto com a aparição do Regador chega uma época excepcional.

Don Fernando corre em varios rodeios da região luciéndose em seus produtos, seu jerno Raúl Silva un eximio ginete se acollera com Javier López e adquirem grandes resultados corraleros, ganam rodeio de Maipú, o mais grande do país em esos tempos e muitos mais na região central, Raúl foi o jinete do famoso potro Candidato.

Javier López saca e saca cavalos, é interminável e a lista de cavalos muito bons de vacas que chegavam aos rodeios de aqueles anos, também José María "Cote" Hurtado tem um destacado desempenho coraleiro quando era muito jovem, foi o ginete de Chacolí com o que cumpriu grandes atuações também no rodeio de Maipú.

Los Maquis e sua longa historia está desenvolvida por Don José María Hurtado Larraín, o patriarca, seu filho Don Fernando Hurtado Echenique, os filhos don Fernando Hurtado Echenique, os filhos de "Don Feña", Fernando (Nano), José María (Cote), e Carlos (Carloto), seu jerno Raúl Silva e seus netos, Raúl, José Manuel e Carlos Silva Hurtado, Alfonso Rivas Hurtado, atual diretor da Federação do Rodeio Chileno, Carlos Hurtado Larraín, seus tataranietos Raúl e José Manuel.

Atualmente estão vigentes os criatórios "Los Maquis" no poder de Nicolás Hurtado Vicuña, "La Chispita" de Carlos Hurtado Ruiz-Tagle, "León Viejo" da familia Silva Hurtado e "On Sata" de Alfonso Rivas Hurtado, "Don Feña" de Sociedad Hurtado Silva e Cía. Ltda.

Todos estos criatórios incluiram líneas maternas criadas no antigo Los Maquis, pelo qual a corrente de sangue caballar se conserva por mais de 100 anos em sua seleção.



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.