11111111111111Potros da Raa Chilena

colunas

Potros da Raça Chilena
por Arturo Montory Gajardo

Data: sábado, 22 de setembro de 2018 - Hora: 11:14

GUANTE I:
Nascido em 1867, foi propriedade de José María Fuenzalida, Ignacio Díaz Valdés e Agustín Edwards.

Era um potro baio, acarnerado, de tipo rústico e potente, de 1.42 de alçada, excepcional de rodeio. Se arrumou com muito esmero e paciência, sendo o mais famoso vaqueiro da época.
Como reprodutor, "excepcional". Quase o 90% dos cavalos atuais descendem dele por línea direta.

Deu continuador foi Guante II, filho em mãe "cuevana" e seu filho Cristal I, também é neto da égua "cuevana", a que tinha sido adquirida pelos Hnos. Letelier na liquidação do criatório de Pedro de las Cuevas em 1870.
São de sua família "Estribillo" e "Taco", chefes de Raça atuais que são descendentes do "Quebrado" o mais grande chefe da Raça de todos os tempos.
Ditos potros se reproduziram em "La Amanecida" de Alberto Schwalm, "Santa Isabel" de Agustín Edwards, "Santa Elba" de Ramón Cardemil, "Ñilque-Puyehue" de Sergio Epple D. e "Las Camelias" de Darío Pavez, respetivamente.
 
ANGAMOS:

Nascido em 1878, descendente de El Caldeado a través de seu filho El Quebrado, que pertenceu a Pedro de Las Cuevas, foi de propriedade dos irmãos Correa Valenzuela em criatórios "Los Torunos" e "Miraflores", e de "Aculeo" de Miguel e José Letelier.

Originalmente, se buscou dita sangue pra obter "cavalos de velocidade" em Talagante pelos proprietária de El Quebrado, ao que reproduziram com outras éguas "cuevanas" para reafirmar sua velocidade.
Era um potro colorado guinda, muito distinguido, longo, de cabeça aguileña, de muitos bons baixos e elegante.

Já muito velho foi recuperado pelos Hnos. Correa V. para a reprodução, pelo que não se soube de sua qualidade de obra.
Como reproductor excepcional, junto aos anteriores é a base da Raça.
São descendentes seus o Quicio que reproduzo Juan Luis Urrutia no criatório "El Sauzal", el Rotoso, que deixou valiosas crías em "Piguchén", e "La Capilla" de Jorge Mohr e o chefe mais grande de todos: Hornero, Chefe de Raça em Brasil.
Angamos teve a cualidades de otorgar "elegancia" para a Raça Chilena antiga, muita distinção, ademais de ser cavalos de muito boa marcha, firmes de osso e de grande cincha.

Da sua família descendem a maioria dos ganhadores em exposições antigas.

Fotos: 1, 2 Guante I | 3 Angamos



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.