1111111111111110 razes cientficas para defender a pecuria a pasto

colunas

10 razões científicas para defender a pecuária a pasto
por Marcelo Benevenga Sarmento

Data: terça, 1 de outubro de 2019 - Hora: 11:39

1-Ecossistemas campestres, savanas, estepes, pradarias, pampas, compreendem um terço das terras do planeta. A pecuária bem manejada pode produzir alimentos, fibras e ainda conservar estas áreas.

2-A pecuária a pasto, seja ele nativo, melhorado ou cultivado é um sistema de menor custo médio em comparação aos sistemas baseados em grãos.

3-Pastagens sequestram carbono nas suas estruturas aéreas e radiculares, contribuindo para a redução do carbono liberado na atmosfera por todas as demais atividades humanas.

4-Sistemas pastoris estão ligados à história e tradições das regiões bem como à preservação da cultura dos povos.

5-A carne produzida a pasto tem melhor relação ômega 3: ômega 6 se comparada com sistemas confinados.

6-A carne oriunda de animais criados a pasto tem sabor mais acentuado e mais suculência se comparada com a de sistemas de grãos.

7-Sistemas pastoris costumam ser de reduzido risco aos estresses climáticos. Assim, campos, principalmente nativos, tem grande recuperação após passar por algum estresse.

8-Em pastos nativos ou cultivados, desde que tenham alta biodiversidade de espécies, a dieta animal é mais equilibrada que a baseada em alimentos processados.

9-Pensando no bem estar animal, um dos pilares é a criação de animais livres e soltos no ambiente natural, característico dos sistemas pastoris.

10-Sistemas pastoris, em media, exigem menos aporte de insumos externos que sistemas baseados em grãos, resultando em menor risco.

Foto 1:Figura 1. Pecuária em campo nativo em harmonia com a fauna silvestre,
fronteira Uruguay-Brasil, destacando a ema (Rhea americana) e gado Hereford.



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.