11111111111111A paixo que o rodeio desperta no Chile.

colunas

A paixão que o rodeio desperta no Chile.
por Arturo Montory Gajardo

Data: domingo, 7 de janeiro de 2018 - Hora: 10:13

Crescendo e crescendo todos os dias, é impressionante como crianças e jovens mulheres e homens são incorporados ao esporte nacional do Rodeio Chileno.
A Federação do Rodeio Chileno é a mais antiga legalmente constituída em 1961 e se tornou um esporte nacional.

O rodeio começa em 1860 e é administrado pela Sociedade Nacional de Agricultura, e então a Associação de Criadores de Cavalos foi criada em 1944 como uma seção do SCN e em 1949 tornou-se independente com seu próprio Diretório.
Existem 10 federações de rodeio em todo o país, com um total de 30.000 membros e cerca de 50.000 huasos que praticam rodeio ao longo do ano e com um número similar de cavalos em ação esportiva.
Somos um país de 17 milhões de habitantes e Santiago reúne 7 milhões.
Há datas de rodeios durante a temporada e campeonatos nacionais em todas as diversas federações, que são regidos por um único regulamento e os croissants também são medidas padrão e aceitos por todos.

A Federação Chilena de Rodeos que possui a crescente Monumental de Rancagua onde desenvolve os campeonatos nacionais todos os anos em abril, também tem finais nacionais Rodeo de Escolares, Rodeo de Universitários, Mulheres, Rodeo para Criadores, uma ampla participação Huasa
O Movimento para o Rein é executado durante o rodeio, antes do início da Série de Campeões.

O gosto generalizado do huaso e do público é por rodeio, tentou incluir outros esportes a cavalo, mas não teve grande aceitação em praticantes ou em público, o hobby é pelo rodeio em 90%.
Esta prática maciça indubitavelmente influencia de maneira óbvia a seleção genética e probanza funcional do cavalo chileno, de machos e fêmeas, porque, na maioria das vezes, todos os espécimes estão sujeitos a ela e são um requisito para sua posterior reprodução.
Não é genético apenas com base em machos, as fêmeas são testadas de forma igual e nas mesmas condições funcionais.
Outra característica do rodeio e seu sucesso é que é praticado por pilotos profissionais e amadores juntos, ou seja, não há campeonatos para cada um separadamente, todos competem juntos e, por exemplo, os atuais campeões nacionais são pai e filho, amadores ou amador
Os leilões de cavalos, a venda em privado está crescendo por este imenso uso do cavalo de rodeio, que é necessário renová-lo, pelo menos, a cada 4 anos, o tempo de sua maior performance.

O valor do cavalo do corral é muito alto.
A quantidade de croissants construídos em todo o território nacional é imensa, desde a serra ao mar (Las Condes até Con Con), do Estreito de Magalhães (crescente de Puerto Williams) até a de Arica.
Além disso, entrei como a Associação o rodeio Cuyano da Argentina, e já na última temporada um colar competiu no nacional de Rancagua e foi muito aplaudido.

No verão de 2009, um crescente foi construído em Esteio e um rodeio chileno foi realizado em março e uma grande delegação de huasos do Chile, cerca de 150, e um grande número de cavalos chilenos "arranjaram" No rodeio participaram além dos colares chilenos, destacados convidados dos pilotos brasileiros, incluindo Marcelo Moglia, que o fizeram muito bem.
Uma placa de lembrete com o nome de Alberto Araya Gómez foi retirada do Chile e então eles chamaram o crescente.

Eu assisti Expointer para ver o freio de ouro nos anos seguintes, e é claro que acabei de chegar na feira, fui ver o crescente e isso me deu grande tristeza e amargura para vê-lo convertido em seu interior onde máquinas e coisas estavam armazenadas em O desuso da feira, um armazém de resíduos, no exterior não foi apreciado, mas eu subi algumas madeireiras para olhar e vi essa situação infeliz.

O crescente para os huasos é um lugar de alegria, de admiração, de lembranças, de alegria, foi muito doloroso para mim, nem tirei fotos e nunca disse a ninguém até agora, nunca voltei para a Expointer.
É a maior ambição e o desejo íntimo de cada corralero de alcançar as eliminatórias e National Rancagua, é o mais, e para este trabalho ao longo do ano, com cavalos, arranjadores, petitseros, cuidadores e cavaleiros, tentando encontrar os requisitos necessários para participar das Classificações e acesso a Rancagua, onde tentam fazer parte dos 38 colarinhos que correm na Série de Campeões ou Final Nacional, sonho eterno de todos os corraleros e que poucos se encontram.

2018 Datas de Classificação:
Zona Sur, 23, 24, 25 e 25 de fevereiro em Medialuna de Lautaro-Temuco.
Zona Central, 2,3 e 4 de março, na medialuna de San Fernando.
Zona Norte, 9, 10 e 11 de março, na meia lua de Batuco-Santiago.
Repechaje Centro Sur, 16, 17 e 18 de março, em Crescent of Pemuco-Ñuble.
Repechaje Centro Norte, 23, 24, 25 e 25 de março em um crescente de Chocalan-Melipilla.
70º Campeonato Nacional de Rodeos, 5, 6 e 7 de abril, em Medialuna Monumental de Rancagua.

Estamos esperando por você com o maior prazer em Rancagua, é uma visão que vale a pena conhecer.

Fotos: Arturo Montory Gajardo
Tradução: Maria Eduarda Sanes



Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.