11111111111111Os 20 anos de carreira de Zeca Macedo

Expointer 2020

Os 20 anos de carreira de Zeca Macedo

Data: terça, 22 de setembro de 2020 - Hora: 15:16

Estamos em 2020. Somando 20+20, temos 40. Os números parecem brincar com a realidade, afinal, José Fonseca Macedo, o Zeca, tem 40 anos e, neste 2020, completa 20 de carreira. O ginete, que começou a montar ainda muito pequeno, tomou gosto pela atividade que era só diversão, decidiu fazer disto sua profissão e já prepara o filho para seguir a mesma carreira. 

Ao todo, Zeca já classificou 58 cavalos no Freio de Ouro. Sua primeira final foi em 2000 e seis anos depois, consagrou-se vencedor. Tinha 26 anos e tem este como o momento mais marcante de sua vida. “Foi a realização de um sonho de toda família, pois vivemos uma vida dedicada para que isso acontecesse”, relata. 

Os primeiros ensinamentos vieram de um vice-campeão mundial e o primeiro no ranking da modalidade por muitos anos. “O Jango é treinador de cavalos de rédeas e me ensinou todas as técnicas de treinamento que sei hoje”, conta Zeca, muito agradecido pelo acolhimento do amigo e professor. 

Casado com Juliana, Zeca nasceu em uma família de agricultores e pecuaristas.“Não vivi outra vida quem em algum momento o cavalo não estivesse”, afirma. Talvez por isso, o treinador consiga entender tão bem o cavalo crioulo. “Para preparar um cavalo para classificar, é preciso ser muito observador, ter perseverança e saber avaliar muito bem para diminuir as chances de erro”, explica. 

Pai de Luana, 18 anos e Gabriel, 11, Zeca destaca que a relação do ginete com o cavalo deve ser de muita sintonia e depende da personalidade de cada um. “Há casos em que o conjunto não combina”, confessa. Segundo ele, pessoas mais nervosas devem escolher animais mais mansos. Já cavalos de temperamento forte requerem mais calma e paciência. “Temos que estar sempre conectados, na mesma energia do cavalo”, aconselha. Ele diz que a personalidade do animal interfere muito no resultado e é o que faz deles vencedores. 

Absorvendo todo o conhecimento do pai, Gabriel já corre provas. Zeca confessa que ficaria muito feliz se o filho seguisse seus passos. “Mas, de qualquer forma, estou torcendo muito pela felicidade dele”, afirma, destacando que a convivência de Gabriel com o cavalo é igual a dele:  “Ele monta desde os dois anos!”.





Nesta edição do Freio de Ouro, Escorpião de São Pedro da Estância São Diogo, e Sabiá Donzela da Cabanha Sabiá, poderão figurar nesta lista de vencedores. É com estes animais que Zeca correrá as finais durante a Expointer.

Em 20 anos de carreira, Zeca Macedo tem muitas histórias para contar. As mais engraçadas envolvem o irmão, Santigo. Os dois são gêmeos e isto confunde muita gente. “Santiago já deu muita entrevista se passando por mim”, revela. Esta, concedida ao Cosas del Campo, foi auditada pela filha Luana, que garantiu ser mesmo o pai o entrevistado. 

Texto: Ieda Risco

Fotos: SPOLAVORI | FOTOGRAFIAS 

Apoio: Correaria Deponti, Cabanha Jobim, Terra de Cavalos, Spolavori Fotografias e Rádio Tertúlia.




Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.