11111111111111Expointer consagra os primeiros vencedores da Supercopa do Proprietrio

criadores

Expointer consagra os primeiros vencedores da Supercopa do Proprietário

Data: terça, 7 de setembro de 2021 - Hora: 18:35

Eles são os precursores de um momento que a partir de agora vai se tornar tradicional anualmente. A terça-feira (7), apesar de chuvosa, não apagou o brilho nem diminuiu a emoção da disputa que determinou os campeões da 1ª edição da Supercopa do Freio do Proprietário, competição realizada na pista principal do Cavalo Crioulo em Esteio/RS, dentro da Expointer 2021. O trabalho de anos competindo e se preparando, da arquibancada direto para o centro da arena, foi consagrado ao fim da prova que reuniu todos os campeões das últimas duas temporadas do Freio do Proprietário. No topo dos pódios das categorias A e B, dois nomes conhecidos de quem acompanha a modalidade: Fernando Gonzales e Sandro Rogério Facco. No contexto geral, o espaço foi de competição amigável, muita integração e demonstração de que na prova dos proprietários há espaço para todos aqueles que desejam alcançar o sonho de  montar seus próprios cavalos no palco maior da raça. 



Clique aqui e acesse o resultado final da categoria Supercopa A



Clique aqui e acesse o resultado final da categoria Supercopa B 

Fernando Gonzales e o zaino Data Venia Folclore, que juntos venceram a decisão do Freio do Proprietário em 2019, provaram mais uma vez formarem uma dupla de força: alcançaram 13,662 pontos ao final da Supercopa, após terem ficado durante todo o torneio no topo das listas de parciais da categoria Supercopa A. Para Gonzales, que coordena a Subcomissão do Freio do Proprietário, o evento que se concluiu hoje foi a realização de um sonho coletivo: “Foram 4 anos em que se idealizou essa brincadeira que hoje se concretizou. É a realização de um sonho em conjunto, então eu acho que é um exercício de cidadania muito grande que vai ficar pra história da raça e talvez até para a sociedade”. Levantar o troféu máximo nas pistas, aliás, não é novidade para o competidor, que já é heptacampeão da modalidade.

Também repetindo a vitória de 2019, desta vez na categoria Supercopa B, estiveram Sandro Rogério Facco e o gateado ruivo Nippon do Pontal, que encerraram a prova com média de 11,842. O ginete, cuja rotina se alterna entre treinos com o Crioulo e consultas como médico otorrinolaringologista, correu neste ano o seu quinto ciclo. Mesmo com os anos de experiência, ele sentiu a diferença de estar em uma Supercopa, que reúne os ginetes mais bem colocados nas finais do Freio do Proprietário: “Não foi uma tarefa muito fácil [...], mas valeu muito a pena. A Supercopa é a cereja do bolo do Freio do Proprietário, pois ela coloca todo mundo na mesma condição de competitividade e tenho certeza que todo mundo vai brigar ainda mais na final do Freio do Proprietário para estar aqui no próximo ano”.

Ao longo desses dois dias de competição, os conjuntos foram avaliados pelos jurados Bruno Wagner da Silva, Carlos Loureiro de Souza e Manoel Vanderlei Braz Gonçalves. Os animais foram admitidos pelo técnico credenciado à ABCCC, Manoel de Macedo Pons Neto. 



Resultado:



- SUPERCOPA CATEGORIA A





1º lugar

Fernando Gonzales montando Data Venia Folclore

Média: 13,662





2º lugar

Ramiro Raposo de Moura montando Estribeiro do Encantto

Média: 12,291





3º lugar

Guilherme Randazzo de Araújo montando Harmonia Xerife

Média: 11,724





4º lugar

Fernando Gonzales montando Meu Jeito do Pontal

Média: 11,587



- SUPERCOPA CATEGORIA B





1º lugar

Sandro Rogério Facco montando Nippon do Pontal

Média: 11,842





2º lugar

Caio Canez Schmitt montando Piraí 1650 do Candidato

Média: 11,706





3º lugar

Júlia Smaniotto de Oliveira montando Un Regalo do Infinito

Média: 10,938





4º lugar

Sandro Rogério Facco montando RQ Muchacho

Média: 9,874



Fonte: ABCCC/adapatado por Cosas del Campo

Fotos: Leandro Vieira 




Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.