11111111111111Quarta edio do Ranch Sorting define os vencedores do ciclo 2021

criadores

Quarta edição do Ranch Sorting define os vencedores do ciclo 2021

Data: domingo, 7 de novembro de 2021 - Hora: 11:49

Uma prova marcada pela concentração, que remete o dia a dia do campo e também carrega um sentimento de pluralidade: é assim que a Final Nacional do Aparta Boi/Ranch Sorting se consolida no ciclo 2021. Dos Estados Unidos (de onde a prova teve origem) diretamente para a pista do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS, a modalidade demonstra não só o amor pelo Cavalo Crioulo, mas também toda a união entre famílias, amigos, mulheres, jovens e veteranos dentro de uma mesma competição, onde quem se destaca como campeão é o próprio Cavalo Crioulo.





Planilha final da categoria Aberta na Final do Ranch Sorting 2021



Planilha final da categoria Família na Final do Ranch Sorting 2021



Planilha final da categoria Feminina na Final do Ranch Sorting 2021



Planilha final da categoria Mista na Final do Ranch Sorting 2021



Após pouco mais de cinco horas de aparte e de corrida contra o tempo, as 55 duplas que entraram em pista na noite de sábado (06) definiram o pódio da quarta edição do Aparta Boi/Ranch Sorting 2021, sob o julgamento do jurado Luciano Cardoso, divididos entre as categorias Aberta, Família, Feminina e Mista. 



Na categoria Aberta, a principal da noite, o topo do pódio foi ocupado pela dupla paulista Rafael Alves de Oliveira montando Necajô Estaca e Rafael Grilo da Cruz montando Inocência do Canto Porto, que na fase final tiveram o melhor aproveitamento, passando todos os bois no ordem correta e com o menor tempo. Apesar do título ter uma parte de ineditismo, os cavaleiros e suas montarias já tem trajetória recente competindo na modalidade. “Eu comecei a montar Criar Crioulo fazem dois anos e a treinar Ranch Sorting há um ano. É a segunda vez que ela (a égua Necajô Estaca) está aqui.. A primeira vez foi com o Rafael e agora comigo. Ele é meu treinador, nós treinamos no interior de São Paulo e estamos muito felizes de a primeira vez que estamos aqui pela primeira vez estando aqui já estamos premiando. Se não fosse ele, não estaria perto daqui não!”, conta Rafael Alves de Oliveira. Gratidão que é recíproca de seu companheiro nas pistas. “Queria agradecer muito ao Rafael (de Oliveira) pela dedicação toda vez passando seus animais pra mim. Tive a felicidade de no ano passado correr com essa égua e ficar em segundo lugar no Ranch Sorting, e hoje trouxe minha potra. Conseguir pegar o primeiro lugar é muito importante pra gente”, destaca o “xará” Rafael Grilo da Cruz. 



Julgamento 



Julgando as finais de Ranch Sorting desde sua primeira edição e também fazendo parte da Subcomissão de Ranch Sorting, Luciano Cardoso foi o responsável por avaliar os apartes e acompanhar de perto a evolução da modalidade na raça Crioula. “Estamos muito felizes com mais uma finalização de ciclo onde a evolução é muito grande. Contamos com uma prova com bastante qualidade, com muitas duplas apartando 10 bois”. Ele também salienta a diversidade da prova com a presença de crianças subindo ao pódio (referindo-se à pequena Isadora Azevedo Costa, que foi presença nos pódios Feminino e Família).”É uma prova de inclusão e de igualdade. A gente vê crianças dentro dessa modalidade com a capacidade de subir ao pódio. No ano que vem o objetivo é incentivar ainda mais as classificatórias e credenciadoras para superar a marca deste ano, uma marca histórica com quase 60 conjuntos participantes”, finaliza. 



Confira os resultados:



Categoria Aberta





1º lugar



Rafael Alves de Oliveira montando Necajô Estaca e Rafael Grilo da Cruz montando Inocência do Canto Porto



10 bois em 78’076



2º lugar



João Vitor Claus Dutra montando Uma Jóia da Morada Nova e Renato Rodrigues montando Recoleta da Morada Nova



8 bois em 85’544



Categoria Família



1º lugar



João Francisco Peres Gonçalves montando Quero Vale Quatro Mapocho e Ricardo Peres Gonçalves montando Vincha da Morada Nova



10 bois em 82’240

2º lugar



Isadora Azevedo Costa montando Engano da Vitória Velho e Tatiana Velho de Azevedo montando Cambota da Vitória Velho



6 bois em 74’199



3º lugar 



Silvio Machado da Costa montando Atrevida da Vitória Velho e Tatiana Velho de Azevedo montando Cambota da Vitória Velho



6 boi em 88’252



Categoria Feminina





1º lugar



Maria Cecília Brazil Menezes Garcia montando Gomas da Matarazzo e Isabela Sconfienza Garcia montando Natalina do Pinhal



2 bois em 64’571



2º lugar



Tatiana Velho de Azevedo montando Cambota da Vitória Velho e Isadora Azevedo Costa montando Engano da Vitória Velho



2 bois em 82’241



Categoria Mista





1º lugar



Matheus Bertallo Secco montando TCP Diva e Maria Cecília Brazil Menezes Garcia montando Natalina do Pinhal



9 bois em 88’214



2º lugar



Andressa Baiz montando BT Ungido II e Rafael Grilo da Cruz montando Inocência do Canto Porto



8 bois em 85’313



3º lugar



Jhonatan Henrique Barrocas montando Junco Nome e Maria Cecília Brazil Menezes Garcia montando Natalina do Pinhal



7 bois em 88’079 



Fonte: ABCCC/adaptado por Cosas del Campo

Fotos: Fagner Almeida 




Venha e participe Conosco!
Deixe seu comentário,
Até a próxima.